E agora José? Homem atravessando a rua pelado de costas.

Você foi demitido aos 50 anos. E agora, José?

(Last Updated On: 28 de junho de 2017)

E agora José, o dia da demissão chegou.

Segundo pesquisadores, a demissão afeta todas as partes da sua vida. Desde a sua saúde, pois é um dos maiores fatores de stress,  até a sua família, é uma das maiores causas de divórcio.

Todo mundo corre o risco de perder o emprego, mesmo estando há anos em determinada empresa ou serviço. Quanto mais tempo você está num emprego, sinto dizer, mais perto você está de ser demitido. Nessa posição delicada, ninguém consegue prever quando esse tipo de coisa está para acontecer, e quando acontece, acabamos ficando desmotivados e sem saber o que fazer.

No caso de profissionais mais velhos, na faixa dos 50 anos, fica difícil entender o porquê disso ter acontecido e como se deve proceder a partir da demissão.

Não se desespere! O pânico pós-demissão acaba tirando diversas possibilidades de nosso leque de opções, por isso, é essencial manter a calma e colocar a cabeça no lugar. Não leve em consideração o seu histórico com a empresa ou qualquer vínculo: Use essa experiência apenas para procurar um novo caminho, sem medo de se arriscar no mercado de trabalho.

 E agora José? Homem caído no chão do quarto.

Tenha sempre um plano B

Para garantir a falta de pânico no desemprego aos 50 anos, é sempre uma boa ideia ter um plano B, logo no início de carreira. Dependendo de sua área de atuação e sua experiência profissional, coloque uma atividade em segundo plano para o caso de ter seu emprego em risco.

Considerando atividades diferenciadas, busque por uma alternativa para garantir sua estabilidade profissional mesmo longe de sua zona de conforto no trabalho. Se você for empregado, a oportunidade pode surgir com maior facilidade, mas se for dono, você mesmo pode montar uma nova oportunidade, começando um negócio novo, e agindo sob sua própria responsabilidade no trabalho que abraçar.

Aproveite sua rede de contatos

Nunca se sabe quando podemos precisar de algum contato profissional há muito esquecido na agenda para ingressar de novo no mercado de trabalho. É uma boa ideia aproveitar sua rede de contatos para se reerguer, buscando alternativas em lugares diferentes para voltar à ativa.

O inesperado sempre bate em nossa porta quando menos esperamos, e mesmo estando despreparado, é essencial saber com quem podemos contar nestes momentos para não passar apuros. A primeira coisa a ser feita, portanto, é abrir a agenda e procurar por contatos em potencial, e levantar o astral para a busca do novo emprego.

E agora José? Mulher dando soco na cara de um homem com luva de box.

 Considere o empreendedorismo

O trabalho do empreendedor tem crescido nos últimos tempos, levando a relação patrão x empregado a outro patamar, exigindo uma maior profissionalização de ambos.

Considerando a oportunidade de começar um novo projeto e abrir seu próprio negócio, o empreendedorismo é um caminho acertado rumo ao sucesso profissional, principalmente aos que buscam novas alternativas de trabalho dentro de sua própria área.

Investindo em novas ideias, busque pelo seu caminho em um negócio profissional completamente inovador, e dê a volta por cima mesmo estando na meia idade. Não tenha medo de recomeçar e busque pelo trabalho de cabeça erguida e mente aberta!

Conclusão

Por ter trabalhado em grandes empresas, no setor de comunicação, sendo 25 anos na Rede Globo, eu acreditava que aquele emprego seria para sempre, mas logo o tempo, a vida e as minhas convicções mudaram junto com as relações trabalhistas. Em um determinado momento a empresa me “aconselhou” a mudar minha relação profissional, e pediu para abrir uma empresa, pois seria para mim muito mais vantajoso e para o meu bolso também, assim me tornei uma pessoa jurídica.

Como a empresa não teria mais a obrigação de pagar os encargos sobre o meu salário, INSS, FGTS, e outros direitos, ela acrescentaria uma parte desses encargos ao meu “salário”. Ops! Esqueci! O salário, agora, seria chamado de serviços prestados. Nesse momento, ainda jovem, tive a minha primeira lição de empreendedorismo, “quanto mais tempo você permanecer numa empresa,  mais perto você está de sua saída”, por favor não esqueça disso.

Nos dias atuais as relações trabalhistas estão mudando mais rápido ainda, estão caminhando para firmas individuais, cada vez mais contratos são assinados para um determinado trabalho e existem mais pessoas disputando essas oportunidades.

Leia agora
O medo e suas virtudes

Hoje em dia, trabalhar num final de semana é normal, mas ainda existem empregos como no setor público onde essas novas relações não se encaixam.

Não esqueça dos sites de empregos e nem das redes sociais como o Linkedin, uma rede social totalmente voltada para as relações profissionais.

Vídeo do canal do YouTube – TV Chris Flores

Você foi demitido aos 50 anos. E agora, José?
5 (100%) 5 votes

Mauricio Alex, radialista, acredita que só através da motivação pessoal conseguimos superar as armadilhas de nossas mentes. È preciso transformar as nossas crenças e nossos pensamentos em aliados para alcançarmos progresso profissional, espiritual e financeiro.