Homem tirando foto com polaroid, isso é uma perda de tempo

Problemas com a perda de tempo? Faça isso!

Precisamos evitar a perda de tempo e aprender a desenvolver o nosso foco para alcançar nossos objetivos traçados por nós mesmos para vencer nesse mundo cada vez mais competitivo em que vivemos, onde os ladrões de tempo querem ser donos de nossa atenção.

Geralmente as pessoas que conseguem grandes resultados em suas áreas, acadêmicas, empresariais, esportivas ou artísticas, são aquelas que mantêm atenção no que interessa para alcançar seus objetivos, são aquelas que “correm atrás” literalmente.

Homem fazendo selfie com a galera contra a perda de tempo

Foco é o que faz a diferença entre um vencedor e um mero participante da maratona da vida.

Existe um ditado popular do começo do século que diz o seguinte: “Quando um batedor de carteira escolhe uma vítima, tudo que ele vê são os bolsos”.

A nossa determinação é responsável pela atenção que colocamos em uma determinada tarefa, se o nosso foco for ruim, fracassamos em nossos objetivos, mas se for bom, criamos uma grande chance de conquistá-los.

Até a maneira de como vamos viver a vida vai depender de nossa habilidade para superar e manter o foco na nossa maneira de ser.

Todos nós vivemos situações intimidadoras e inesperadas, com tensões e estresse, fora o desgaste normal que a vida moderna nos impõe.

O tipo de atenção que damos a nós mesmos, vai determinar o que vemos, o que sentimos e como vivemos.

A tecnologia com seus computadores, tablets, smartphones, video games, são grandes ladrões de tempo, devoradores de algumas horas diárias.

Infelizmente, o homem ainda não conseguiu uma forma de estocar o tempo, você não pode simplesmente ir a algum lugar e comprar uma quantidade de tempo. Tempo perdido é tempo perdido.

A indústria digital, principalmente as grandes empresas do Vale do Silício, como a AppleGoogleFacebookNVIDIASymantecAdvanced Micro Devices(AMD)eBaySeagateYahoo!Hewlett-Packard (HP)Intel e Microsoft , não vai parar por aí.

Largada para corrida contra perda de tempo numa pista profissional

Já começou a era de vestir computador.

Óculos digitais que são capazes de realizar transmissões ao vivo de qualquer lugar.

SmartWatches, relógios que são verdadeiros computadores de pulso que monitoram até os batimentos cardíacos de nossos corações.

E isso é só o começo, não se esqueça da realidade virtual e da realidade aumentada.

Agora tente imaginar os próximos passos dessa indústria, com certeza você não vai conseguir.

As pessoas, principalmente os jovens, estão muito mais conectadas às máquinas do que às próprias pessoas.

Elas passam o seu tempo trocando mensagens, lendo as atualizações dos amigos na linha do tempo no Facebook, pois atualmente é “urgente” saber o que eles estão postando.

Esse monte de informação, pouco absorvida por nós, no fundo consome quase toda nossa atenção!

mulher usando umsmartphone sem perda de tempo

Já perceberam como está difícil de conversar hoje em dia?

Se você não conseguir em um minuto e meio prender a atenção das pessoas numa conversa ou reunião de trabalho, pode apostar que todo mundo vai começar a checar mensagens, o Facebooke o grupo de amigos no WhatsApp.

Essa ansiedade de conferir ou essa incapacidade de resistir a esses ladrões de tempo, nos impede de focar nas pessoas que estamos conversando ou no trabalho que estamos realizando, sozinho ou em grupo.

Algumas empresas estão proibindo seus funcionários de participarem de reuniões portando celulares, laptops ou tablets.

Não querem atenção parcial, essas distrações custam dinheiro, as empresas começaram a exigir foco total de seus empregados.

Médicos relatam que pacientes estão se automedicando com drogas para transtorno de déficit de atenção com objetivo de conseguir um nível de concentração maior.

A Ritalina, medicação à base de metilfenidato, substância química estimulante, receitada para as pessoas diagnosticadas com TDAH (Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade), está sendo usada como droga da inteligência, principalmente por jovens que querem melhorar a atenção em suas atividades.

Apesar de alertas da comunidade médica e científica sobre os problemas de saúde que surgem com o consumo dessa droga, infelizmente, ela se popularizou e seu uso vem aumentando.

O filósofo Mario Sergio Cortella quando perguntado numa entrevista se as empresas têm abusado da tecnologia, para exigir que seus funcionários fiquem disponíveis 24 horas por dia; comentou:

“A tecnologia não pode ser nossa senhora, ela tem que ser nossa serva. Sempre que algo que é do nosso uso e esgota nosso tempo e a nossa convivência social, é porque existe algum tipo de malefício. Agora, a recusa da tecnologia é tola, a adoração da tecnologia também é”.

E completou:

“As pessoas começam perceber aos poucos o quanto a tecnologia as consome, porque começam a argumentar que estão sem tempo. Esse estar sem tempo é muito sério. Significa, não consigo mais ficar comigo, tenho que viver em voz alta”.

 Agora Inesperado mesmo foi quando o jornalista Nick Bilton do The New York Times recebeu um telefonema de Steve Jobs: “Nada me chocou mais do que algo que Jobs me disse no final de 2010, após acabar comigo por algo que escrevi sobre uma falha do iPad durante o telefonema.”

Nick Bilton, tentando mudar de assunto, perguntou a Jobs: “Então, seus filhos devem adorar o iPad?”

Jobs – “Eles não o usaram. Nós limitamos quanta tecnologia nossos filhos usam em casa.”

Nick respondeu com um silêncio estupefato.
Jobs – “Não, longe disso”.

“Você sabe com quem está falando” –  palestra do filósofo Mario Sergio Cortella

Problemas com a perda de tempo? Faça isso!
4.3 (86.67%) 3 votes

Mauricio Alex, radialista, acredita que só através da motivação pessoal conseguimos superar as armadilhas de nossas mentes. É preciso transformar as nossas crenças e nossos pensamentos em aliados para alcançarmos progresso profissional, espiritual e financeiro.