medo-de-mudanca-cadeados-do-amor-na-pont-des-arts-em-paris

Medo de mudança? Por favor, nada de diminuir o ritmo.

Medo de mudança? O ser humano vive num constante processo de mudança de pensamentos sobre a vida, adaptando-se a diferentes lugares, normas e estilos de vida. Constituído de um conjunto de transformações, acabamos sofrendo alterações em nossos objetivos e modos de projeção da vida, fator que influenciou na diferença de “mente” de muitos jovens dos anos 2000 em comparação com os jovens dos anos 50, 60 ou 70.

Essa transformação indelicada é fundamental para o ajuste de novos grupos sociais, e foi a responsável por integrar novas personalidades e novos caráteres humanos.

Medo de mudança de vida nos padrões de comportamento.

A transformação em nossos padrões de comportamento é essencial para contribuir com a formação de novas culturas e inteligências. Essa mudança de vida depende não apenas de fatores externos relacionados ao ambiente e à integração social, mas também de agentes de estímulo individual, que podem ser internos (orgânicos ou psíquicos).

Influenciando também em nossas capacidades, realizações e gostos, as mudanças de comportamento afetam toda uma sociedade em prol da evolução, garantindo uma nova face a um grupo antes situado em determinado estilo de vida.

Expectativa de vida contemporânea

Um forte responsável pelas mudanças de comportamento ocorridas nos últimos tempos é a expectativa de vida humana, que faz com que as pessoas se sintam hábeis a fazer muitas coisas aos 50 anos que elas não teriam coragem de fazer em outros tempos.

Um exemplo disso são as formas de se vestir: Sem padrões para a idade, homens e mulheres de meia idade podem abusar de roupas mais joviais e criativas, sem se limitar aos padrões visuais de adultos.

Ainda dentro da moda e do visual, as tatuagens são outro fator muito impactante na sociedade atual: Deixando de ser vista apenas como um adereço de adolescentes, como era relacionada há pouco tempo, a tatuagem se tornou uma peça muito comum entre adultos e até mesmo entre os idosos.

A sociedade do século XXI

A vida nos anos 2000 é bem diversificada: Com a tecnologia, o mercado de trabalho sofreu um impacto tremendo que tomou as rédeas de diversas carreiras e áreas profissionais. Na sociedade atual, nosso comportamento gira em torno da globalização, reflexo que veio tanto em nossa personalidade quanto em alguns conceitos, tendências e aspirações.

Pensando em novas carreiras, novos casamentos, quebra de tabus, práticas esportivas mais diferenciadas, visuais únicos e até padrões sociais diferenciados, como relações interpessoais e formas de trabalho, o século XXI inova em comportamento e muda sem medo, girando em tempo real e deixando os que não querem acompanhar esse crescimento para escanteio.

A ordem é clara: Não temos medo de mudar, e não temos medo de alterar o ritmo. Somos uma geração de novo estilo e novas tradições, e para estar dentro dela, é preciso perder a vergonha de se renovar.

Motivação Ninja, leia o artigo Mindset! Ideia simples. Tenha uma mentalidade de crescimento, para não diminuirmos o ritmo e nem ter medo de mudança de vida.

Medo de mudança? Por favor, nada de diminuir o ritmo.
Avalie esse artigo

Mauricio Alex, radialista, acredita que só através da motivação pessoal conseguimos superar as armadilhas de nossas mentes. É preciso transformar as nossas crenças e nossos pensamentos em aliados para alcançarmos progresso profissional, espiritual e financeiro.