Mãe, estou no desemprego!

Mãe, estou no desemprego!

(Last Updated On: 5 de setembro de 2017)

Apesar do desemprego, nunca se empreendeu tanto no Brasil!

O Brasil enfrenta sua maior crise econômica em sua história. As famílias enfrentam o desemprego como podem, diante desse colapso de proporção devastadora em suas vidas.

Segundo dados oficiais divulgados pela imprensa, existem 13 milhões de desempregados, mas acredito que se somarmos a esse contingente as pessoas que recebem algum tipo de auxílio do governo o número de brasileiros com dificuldades seria muito maior. Mas que governo se permitiria divulgar o número verdadeiro.

Mais de 3 milhões de brasileiros deixaram de pagar seus planos de saúde privados e resolveram arriscar a sua saúde a uma rede pública sucateada, onde falta tudo, médicos, exames, tratamentos, remédios, etc… Enfim, o SUS está agonizando.

A população tem cada vez mais recorrido a justiça para ter acesso a procedimentos médicos de alto custo.

Uma observação: constatamos a imensa procura da palavra seguro desemprego nas pesquisas do Google.

A média mensal é de 450 000 buscas, sem contar suas variações: emprego, auxílio desemprego, empregos e etc.

O crescimento brasileiro está abaixo da média global desde 2012

Desde a crise mundial de 2008, a maioria dos países já voltou a crescer economicamente, alguns mais que outros.

Segundo alguns economistas o Brasil nos próximos 10 anos ainda enfrentará um crescimento abaixo da média mundial, numa recuperação ainda cheia de incertezas.

Começamos a nos distanciar do mundo quando o ciclo das commodities mudou e os preços dos nossos produtos primários começaram a cair. Era o primeiro mandato da presidente Dilma Rousseff.

No desespero o governo usou o crédito público para movimentar a economia junto com a liberdade fiscal. Essas escolhas nos colocaram nesse cenário atual, com 73% do PIB comprometido e crescendo. Acho melhor ficar de olho na sua poupança. Com certeza o governo está!

Apesar do momento econômico e político ruim pelo qual estamos atravessando, existe nas pessoas uma motivação profissional em querer superar a falta de oportunidades que o governo central impôs às famílias brasileiras, através do empreendedorismo.

Desemprego transformou a moça em empresária

Se empreender é coisa de doido. Então é melhor ficar doido!

Todo empreendedor nesse país tem que ser meio maluco. Segundo o Sebrae, duas em cada dez, pequenas ou médias empresas, criadas nesse país morrem nos dois primeiros anos.

Os motivos geralmente são, os custos, os impostos, a corrupção, a taxa de juros, o capital de giro e outras tantas causas que transformam qualquer negócio em prejuízo nesse país.

No Brasil, construir um negócio próprio é um mau empreendimento, chegando a ser considerado mais arriscado do que investir na bolsa de valores.

O trabalhador que perde o emprego e não consegue voltar para o mercado de trabalho, necessita sobreviver, suas contas não vão parar de chegar.

Ele precisa se sustentar e cuidar da família. Sem opção, ele investe seu fundo de garantia e mais algumas economias em um negócio próprio.

Nem todo mundo tem perfil para ser dono de uma empresa, por exemplo.

E se não der certo, quem paga a conta? Tenha sempre isso em mente. Faça sempre um estudo detalhado com todas as opções, coloque tudo no papel.

Converse muito com as pessoas que estão vivendo o mesmo momento, fale menos e ouça mais, saia em campo e esqueça a preguiça, foque.

O que você não pode deixar que aconteça é que tirem você do jogo do empreendedorismo.

Nunca coloque todos os ovos na mesma cesta, a não ser que tudo esteja indo bem.

Se seu negócio vingou, aí sim, é hora de escalar e meter o pé no acelerador, e levar sua empresa para outro nível.

Nesse ponto gostaria que você lesse o meu artigo “Os 7 primeiros passos para a motivação pessoal”, acho aconselhável.

jovens-desempregados-candidatos

A Internet atualmente é o seu melhor seguro desemprego

Em 2014 uma notícia chamou muito minha atenção.

Em Houston, Texas, uma mãe cansada de ligar para o celular do seu filho e não obtendo retorno as suas ligações, ficou frustrada e assustada e ao mesmo tempo teve uma ideia inovadora.

Ou seja, ligar para o seu filho, não quer dizer que ele sempre vá retornar sua ligação. Essa é uma verdade.

Sharon Standifird depois de passar algumas vezes por essa situação, resolveu meter a mão na massa e, sem saber nada de programação e com ajuda da internet, principalmente do YouTube criou um aplicativo batizado com o nome “Ignore no More” (“Não Ignore Mais”), assumindo de novo o controle.

Agora com o aplicativo ela pode bloquear o celular do seu filho com um simples toque no nome dele direto do seu celular, mas o app permite que o filho mande mensagens de textos para o celular dela e permite em casos de urgência ligar para 190, função que existe em todos os celulares.

Ao indagarem como o filho recebeu a ideia, Sharon comentou que agora ele prefere retornar as ligações na mesma hora.

O aplicativo “Ignore no More” foi idealizado para celulares Androids.

A notícia sobre a criação de Sharon deu a volta ao mundo rapidamente.

Através de uma grande motivação pessoal, ela mostrou a uma nova geração de futuros empreendedores digitais, que com a internet você pode conseguir novos conhecimentos e habilidades que a humanidade jamais imaginou.

Empreender na internet abriu novas possibilidades de trabalho, com muitas chances de sucesso, inclusive financeiro.

Tenho amigos que faturam alguns bons dígitos em seus negócios digitais, sendo que alguns já foram retratados em alguns artigos, como o trader de sucesso no mercado financeiro Leandro Ruschel, o Gustavo Freitas, professor de uma galera iniciante em marketing digital, o talentosíssimo designer Walter Mattos, o Bruno Baltarejo, para mim o melhor editor de vídeos digitais que conheço e muitos outros que vocês ainda irão conhecer.

Leia agora
Responsabilize-se: Você é o maior responsável pelo seu sucesso!

 

Trabalhando pela internet fazemos amizades com pessoas de todas as idades e de diferentes nações.

O brasileiro Bruno Fraga, 21, mora atualmente na Coréia do Sul, criador do treinamento Técnicas de Invasão, ensina seus alunos a se protegerem dos temidos hackers/crackers.

Bruno começou a estudar programação aos 14 anos e aos 16 especializou-se no estudo das estratégias utilizadas pelos hackers/crackers em suas invasões.

desempregado-trabalhando-online-noite

Photo by Mark Cruz on Unsplash

Logo resolveu compartilhar o que tinha descoberto sobre essas estratégias com outras pessoas, para que elas pudesse se proteger desses ataques.

Apesar de ser ainda muito jovem, seu treinamento é bem concorrido e as vagas esgotam rapidamente.

No final de 2014 iniciamos a história do site Motivação Ninja, e de lá para cá muita coisa mudou.

Os saltos tecnológicos são enormes, mas felizmente a quantidade de informações aumenta exponencialmente e os empreendedores da internet sempre se renovam e ensinam essas atualizações para quem se dedica a essa nova maneira de trabalhar.

“COMO GANHAR DINHEIRO” é uma das palavras chave mais procuradas na pesquisa do Google.

O mestre do SEO João Martinho, cultuado por inúmeras pessoas, inclusive por nós, é um dos que podem ajudar, com seu conhecimento, quem está desempregado a construir um negócio de marketing digital na internet.

O seu curso é um dos mais concorridos, atualizadíssimo, Martinho traz muitas informações de fora.

Ele é especialista em SEO para afiliados. Seu objetivo é sempre colocar os sites na primeira página do Google.

Primeira página do Google significa na maioria das vezes resultados financeiros.

Seu curso é totalmente voltado para vendas de produtos de afiliados.

Faça uma pesquisa no Google sobre esse termo, sua mente vai perceber infinitas possibilidades de negócios que você pode participar.

desempregados-computador-internet

Photo by rawpixel.com on Unsplash

Gostaria de mencionar aqui uma dupla altamente competente, Vitor Azeredo e Farouk Palis, fomos seus alunos na segunda turma, atualmente estão começando a terceira turma, mas infelizmente poderá ser a última.

Esse mercado é muito dinâmico, e uma dupla assim é bastante requisitada pelo mercado de marketing digital.

Mas sem dúvida, eles fazem um trabalho sensacional, ensinam na prática como vender produtos físicos ou de afiliados pelo facebook.

Seus encontros ao vivo são bem concorridos. Nesses encontros mostramos nossas campanhas que estão rodando no facebook, e eles fazem a análise ao vivo, com calma, procurando soluções para você vender mais.

Aqui, durante o PA-FA – Profissão Afiliado/Facebook Ads – você faz investimentos financeiros em anúncios, mas nada demais, mas quando você vir o resultado acontecendo, você se torna imparável.

Leia agora
5 passos para melhorar a autoestima

 

Sim, desemprego tem solução

Um grande projeto gratuito! E não é uma ONG.

Farouk e Azeredo possuem um projeto gratuito chamado “Desafio Top Afiliado em 30 Dias”, com encontros diários, de segunda a segunda, para você colocar sua campanha no ar e fazer suas primeiras vendas de produtos de alta conversão. GRATUITO!

O segredo está em focar e persistir, mas para enfrentar a onda de desemprego conte com a internet, ela é uma grande fonte para empreendedorismo.

Você pode ser escritor, incrementar seu consultório, sua petshop, seu serviço de alimentação, comprar produtos, fazer cotações, aplicar dinheiro, acessar bancos, pagar contas, enfim praticamente tudo.

Se a Rede Globo está indo para internet, se todos os negócios estão na internet, porque você não iria para internet?

Hoje, em qualquer lugar que vamos, sempre tem alguém digitando no computador.

A crise do emprego também é causada pela tecnologia, meu banco não tem mais gerente, meu cartão de crédito é de agência digital, minha faculdade é a distância.

A parte mais visível dessa nova era são os Youtubers, eles faturam, fazem sucesso e ficam famosos, mas o que ninguém percebe é que os youtubers para chegar lá, eles tem que ser jornalistas, diretores de televisão, radialistas, fotógrafos, vídeomakers, fazer marketing, e outras tantas funções.

Não é fácil vencer nesse novo mundo, mas pelo menos você vai ter todas as ferramentas de que precisa para criar um negócio sem ter que investir fortunas.

Acredite, crie o seu negócio na internet para o mundo.

Boa Sorte!


Mãe, estou no desemprego!
5 (100%) 10 votes

Mauricio Alex, radialista, acredita que só através da motivação pessoal conseguimos superar as armadilhas de nossas mentes. È preciso transformar as nossas crenças e nossos pensamentos em aliados para alcançarmos progresso profissional, espiritual e financeiro.