frasco-de-remedio-em-cima-de-uma-bóia-no-mar

LCZ696, uma nova esperança para quem sofre de Insuficiência Cardíaca.

Aproximadamente 26 milhões de pessoas no mundo sofrem de insuficiência cardíaca, só na União Europeia são 15 milhões de pessoas, elas vivem com alto grau de risco de morte e má qualidade de vida, apesar dos medicamentos disponíveis atualmente.
O LCZ696 é um medicamento que está passando ainda por inúmeros testes e pesquisas e deverá chegar aos Estados Unidos nesse final do ano, na Europa em 2015 e no Brasil só em 2016.

As consequências da Insuficiência Cardíaca

A IC tem um alto índice de mortalidade no Brasil e no mundo. O seu prognóstico é pior que o dos doentes que sofrem com câncer de cólon, mama e próstata. Além disso, a insuficiência cardíaca limita a vida dos pacientes, estressa seus cuidadores e precisam bastante dos sistemas públicos de saúde. Sim, a IC é um problema de saúde pública. Seus custos sociais e econômicos com o tratamento vão aumentar muito nos próximos anos. Por isso é muito necessário e até imperativo, o desenvolvimento de novas drogas mais eficientes e seguras como o LCZ696 da Novartis.

Como atua o LCZ696

O LCZ696 possui um mecanismo de ação peculiar de bloqueio do sistema renina-angiotensina-aldosterona e inibição da enzima neprilisina. A inibição da neprelisina promove uma redução da ativação simpática neuro-humoral, redução da hipertrofia e fibrose miocárdica com menor retenção de sódio e diminuição da resistência vascular periférica.
O LCZ696 é um medicamento composto por dois agentes farmacológicos complementares. Um deles, a valsartana, é um bloqueador direto do receptor da angiotensina (BRA) e o outro, é um inibidor da neprilisina, enzima responsável pela degradação de peptídeos endógenos vasodilatadores, como a bradicinina, os peptídeos natriuréticos e o peptídeo gene-relacionado à calcitonina, entre outros.

uma-balanca-num-lado-remedios-de-outro-dolares

O que é IC

A insuficiência cardíaca é uma doença debilitante e de risco de vida em que o coração não consegue bombear sangue suficiente para o corpo. Os sintomas como falta de ar, fadiga e retenção de líquidos podem aparecer lentamente e piorar ao longo do tempo, reduzindo muito a qualidade de vida do paciente.

As vantagens do LCZ696 sobre os tratamentos tradicionais

Os estudos do novo medicamento revelam uma redução de 20% no risco de morte e uma queda de 30% no atendimento de emergências, além de uma redução significativa da necessidade de terapia intensa em casa, quando comparados aos pacientes que tomam o inibidor enalapril.

O preço do tratamento assusta

O tratamento com o LCZ696 terá um preço elevado, podendo custar sete dólares diários nos Estados Unidos, ou 2,5 mil dólares anuais, no Brasil , infelizmente, deverá ser muito mais caro, esperamos que o nosso sistema de saúde, o SUS, não abandone nossos doentes.

Os analistas fundamentalistas de empresas preveem vendas de 5 bilhões de dólares em 2019, quatro anos após o lançamento do medicamento. Enquanto os executivos da farmacêutica Novartis comemoram, os pacientes de Insuficiência Cardíaca também, desde que tenham condições de ter acesso a nova droga, mas não deixa de ser uma grande e boa notícia.

LCZ696, uma nova esperança para quem sofre de Insuficiência Cardíaca.
Avalie esse artigo

Mauricio Alex, radialista, acredita que só através da motivação pessoal conseguimos superar as armadilhas de nossas mentes. É preciso transformar as nossas crenças e nossos pensamentos em aliados para alcançarmos progresso profissional, espiritual e financeiro.