inss-foto-preta-branco-de-pernas-pessoa-deitada

INSS! Depender dessa aposentadoria é uma tremenda roubada!

INSS é uma tremenda roubada porque as regras da previdência social são mudadas a todo o momento. Depender dos filhos ou parentes não pode ser considerada como uma boa opção.

Conte sempre com você mesmo, é mais seguro. Muitos profissionais acabaram não tendo condições para poupar à aposentadoria até os 50 anos. Considerando que ainda queiram ter alguma renda por volta dos 65, um período onde provavelmente eles já não conseguiram garantir sua produtividade no trabalho e terão baixa capacidade para gerar renda, a preocupação pode gerar dúvidas sobre como proceder de agora em diante, com inteira razão, estamos falando de Brasil e da previdência social do INSS.

A fim de dar sequencia à sua independência financeira, garantindo que você possa se sustentar sem depender da ajuda de ninguém mesmo depois de idoso, é importante analisar sua situação e avaliar seu estado de previdência.

Fontes de renda

A capacidade de trabalho deverá ser suficiente para que você continue trabalhando, afinal, você vai precisar de algum tempo de serviço para garantir a poupança até o final de sua vida. Buscar por atividades mais acessíveis, como uma função relacionada à prestação de serviços, comércio ou consultoria, é uma boa forma de trabalho neste caso.

Essa tarefa será capaz de permitir que você produza renda de forma consistente, sem estagnação financeira. Criando essa fonte de recursos para o futuro, você estará hábil a planejar o dinheiro de sua aposentadoria a partir de suas economias atuais, considerando uma falta plena de reserva financeira até então.

O valor acumulado deverá cobrir seu custo de vida a partir de 65 anos, portanto, devem ser levados em consideração muitos fatores dentro do seu modelo de trabalho.

Poupança desesperada

Considerando suas necessidades, é importante lembrar que apenas estes 15 anos de poupança, dos 50 até os 65 anos de idade, são um período muito curto quando comparado à premissa de que devemos trabalhar por no mínimo 25 anos para compensar nossas necessidades futuras.

Analisando essa perspectiva de uma relação adversa, é necessário ao profissional ter uma boa maturidade para considerar a poupança simples, calculando seu custo de vida mensal aos 65 anos de idade.

A poupança mensal deve ser dobrada a partir do valor que você possuir atualmente, considerando também a posse de investimentos que possam contribuir com o acúmulo de economias.

Cuidados com o futuro

Pense com muita cautela antes de comprometer sua poupança ou mover qualquer valor dentro dela. É importante se preocupar com o futuro e garantir que você tenha estabilidade em sua vida futura, longe de quaisquer apuros ou problemas com relação à parte financeira.

Aos profissionais com 50 anos ou mais em busca da formação de suas poupanças, prestem atenção: A aposentadoria deve ser levada a sério, contando com uma poupança responsável, baseada em negócios diferenciados e atividades que possam recompensar seu fundo financeiro.

Conte com esse compromisso para garantir uma aposentadoria ampla e dinâmica, que poderá dar segurança, autonomia e liberdade ao seu futuro financeiro. A melhor solução é poupar e prestar atenção.

Uma atitude que acho muito importante é que você deve sempre se preocupar com a sua aposentadoria, desde a juventude, se você perceber durante a sua vida profissional que a aposentadoria que você desejava vai ficar longe da ideal, repense rapidamente a sua estratégia e se puder procure ajuda de algum especialista em aposentadoria, esse gesto vai ser muito útil para você.

Tenha em mente que a saúde, os remédios, o plano de saúde, a moradia, a alimentação, o custo de vida mais a inflação, vão deixar perversamente a vida muito mais cara, acredite. Nunca conte com a aposentadoria do INSS, sempre vão pagar o mínimo possível, em nome do custo Brasil. Um absurdo!

Se você leu esse artigo até o final, vai gostar de ler esse também: Você foi demitido aos 50 anos. E agora, José?

INSS! Depender dessa aposentadoria é uma tremenda roubada!
Avalie esse artigo

Mauricio Alex, radialista, acredita que só através da motivação pessoal conseguimos superar as armadilhas de nossas mentes. É preciso transformar as nossas crenças e nossos pensamentos em aliados para alcançarmos progresso profissional, espiritual e financeiro.