mulher com máscara feita de melancia, bem criativo

14 dicas de tempo para ser criativo do jeito certo

Seja criativo e aumente sua produtividade com essas 14 dicas de tempo

Você sempre quis que houvesse mais horas no dia? Eu também. O processo criativo precisa de tempo.

Às vezes quando olho a hora e percebo que já é noite e que ainda não consegui terminar as tarefas que programei, fico me sentindo um pouco frustrado.

Bem, talvez eu não esteja fazendo o meu trabalho de forma eficiente, dentro do tempo planejado para a sua realização.

Precisamos do tempo para ser criativos, porém a grande causa de não conseguirmos terminar as tarefas no tempo estipulado, provavelmente, deve estar relacionado com o que fazemos com o nosso tempo.

As 14 dicas descritas aqui sobre gestão de tempo, irão ajudá-lo a garantir mais produtividade.

Nesse artigo vamos apresentar as 7 primeiras dicas e no próximo as 7 últimas dicas. Então fique ligado e compartilhe se você gostar.

Monge budista pegando água num rio

1 – Gerenciamento da nossa energia e não apenas do tempo

O tempo é o que é e não podemos mudá-lo e nem comprá-lo.

O que importa é o tempo que temos pela frente, o que passou, passou. Não há como resgatá-lo.

Então, devemos sincronizar a gestão do tempo com a gestão da nossa energia.

Você pode ser o melhor estrategista do mundo e bastante cuidadoso com o controle do seu tempo, mas se você administrar mal a sua energia, o seu trabalho certamente não renderá da mesma forma.

Para potencializarmos o tempo com uma boa distribuição de energia, precisamos identificar as tarefas de alto valor que vão receber a maior parte de nossa atenção.

Mas o que geralmente acontece é o oposto, dirigimos a maior parte de nossa energia para as tarefas de baixo valor.

E quando vamos realizar as tarefas de alto valor, nossas energias já estão em níveis mais baixos, ou seja, esgotadas.

Antes de iniciarmos nosso dia, é importante anotarmos nossas metas e todas as tarefas que iremos realizar para alcançar nossos objetivos, e através da gestão de energia, priorizar as tarefas de alto valor em primeiro lugar.

Dois monges limpando panelas no rio2 – A “lei” do propósito

Quando descobrimos o propósito, fica bem mais fácil concentrar nossos esforços e compromissos no que realmente interessa.

Depois de priorizarmos o que merece nossa atenção, precisamos olhar para o objetivo geral e focarmos nele.

Por que devemos ser criativos? Por que estamos criando e desenvolvendo esse trabalho? O que nos leva a querer gastar nosso tempo fazendo certa coisa?

Isso é algo que cada pessoa precisa definir para si mesmo. Você deve observar o que você faz e o que pretende realizar no dia de hoje e no amanhã.

Valerá a pena gastar esse tempo e energia para alcançar o seu propósito?

Faça o seguinte: anote o seu propósito de inspiração e criatividade e coloque bem na sua frente.

Assim, você será lembrado todos os dias, da razão de você estar gastando seu tempo naquilo que você está fazendo.

homem-tocando-piano-em-plena-manhattan

3 – Trabalhe na hora que você é mais produtivo

Se você é daquelas pessoas que rende mais pela manhã, parabéns! Você está na companhia de alguns dos principais CEOs do mundo, que começam o seu dia de trabalho regularmente entre 05h e 06h da manhã.

Para esse grupo, o fato de você despertar para suas atividades antes da maioria, faz com que você tenha paz e tranquilidade para se concentrar no que você realmente precisa fazer, contando ainda com energia suficiente para as suas demais tarefas do seu dia.

Entretanto, caso você seja uma pessoa de hábitos noturnos, aproveite, então, a “segunda corrida do dia” que é trabalhar até tarde da noite.

Sabemos que neste período temos a mesma paz e tranquilidade necessárias para um bom rendimento, igual das pessoas matutinas.

Além disso, seu cérebro que ficou carregando o dia todo com tudo que viu e passou, vai ajudá-lo a encontrar novas conexões e trabalhar eficazmente.

Na verdade é muito simples, você deve utilizar seus pontos fortes de produtividade.

Uma mãe e sua filha conversando debaixo de chuva na beira do rio

4 – Evitar a procrastinação

Adiar projeto é um mau negócio.

Eu não sou ingênuo o suficiente para pensar que a procrastinação nunca vai acontecer (o Facebook, Instagram, e WhatsApp estão aí consumindo nosso tempo).

Mas existem maneiras de você diminuir e controlar a procrastinação. Se deixarmos que ela nos domine, isso pode ter consequências desastrosas.

Para enfrentarmos a procrastinação devemos pensar em lapsos menores de tempo: em vez de meses, devemos pensar em semanas, em vez de semanas em dias, assim vamos concentrar melhor nossa atenção no trabalho.

Psicólogos da Universidade de Michigan descobriram que quando as pessoas pensam em termos de dias em vez de outras medidas de tempo, elas conseguem realizar suas tarefas num prazo menor.

Os participantes do estudo foram orientados a planejar as despesas da faculdade para um filho recém-nascido.

Metade do grupo recebeu a informação que deveriam construir uma poupança num prazo de 18 anos, a outra metade recebeu o mesmo prazo, mas em dias, num total de 6.570 dias.

Os pais que receberam o prazo em dias começaram a poupar para a faculdade de seus filhos quatro vezes mais cedo do que o grupo dos 18 anos. Quatro vezes! Perceberam?

Então devemos definir que o prazo para os nossos planos nunca devem ser projetados para um futuro distante e sim traçados em dias.

Marque em seu calendário seus prazos e cole no seu local de trabalho ao lado de sua declaração de propósito. É claro.

Mulher oriental lavando roupa no rio

5 – Fazer pausa é importante

Quando você faz uma pausa no trabalho, você cria uma ruptura que deve ser usada com sabedoria.

Se você pretende fazer uma pausa, faça com vontade. Desligue o computador e a sua mente do trabalho, crie uma ruptura e deixe seus pensamentos livres.

Você precisa desse tempo de inatividade. Se você não der esse tempo para si próprio, correrá o risco de se prejudicar.

Caso você fique constantemente “ligado”, não permitirá que sua mente e seu corpo descansem o suficiente para recarregar suas energias.

Então, quando você tem uma pausa, para almoço ou uma semana de folga, você deve usar para restabelecer o seu potencial.

6 – Faça do que não gosta primeiro

Às vezes, temos que realizar coisas que realmente detestamos fazer. E o nosso primeiro pensamento é adiar até o último minuto antes de começar a fazê-lo.

Mulher asiática limpando grãos peneirando

Juntando todas nossas forças e num tremendo esforço, conseguimos finalmente concluir aquele trabalho, o que faz com que a gente goste dele menos ainda.

Segundo Peter Economy – The Leadership Guy– Inc.com; tudo isso está prestes a mudar, depende só de você.

Por mais que você deteste aquele trabalho, Peter aconselha que você o faça em primeiro lugar.

Se você puder se livrar dele no começo do dia, quando sua cabeça ainda está fresca, vai ser muito produtivo e melhor ainda se fizer no primeiro dia da semana.

A razão pela qual esta dica funciona tão bem é dupla. Em primeiro lugar, permite lidar com a tarefa quando seus níveis de energia estão altos e antes que apareçam outras distrações.

Em segundo lugar, dá-lhe um sentimento de realização, o que faz você se sentir bem para realizar mais tarefas durante o seu dia.

É como uma dor de cabeça de baixo grau que fica na base do seu pescoço e nunca vai embora. Você pode tentar e distrair-se, mas ela está sempre lá.

Assim, porque não apenas banir esse estresse, fazendo esta tarefa difícil primeiro lugar?

7 – Deixar o melhor por último

Por outro lado, ao contrário da dica número 6, devemos terminar o nosso dia com o que mais gostamos de fazer.

Você deve tentar terminar as tarefas menos prazerosas até a metade do dia. Agora, se você gosta de realizar trabalhos interessantes, procure deixá-los para o final do dia.

Fazendo desse jeito, no final do dia você vai se sentir recompensado e perceber que seu trabalho além de gratificante rendeu muito mais.

 

Na próxima semana apresentaremos as 7 dicas restantes, aguardem!!!

14 dicas de tempo para ser criativo do jeito certo
4.3 (85.71%) 7 votes

Mauricio Alex, radialista, acredita que só através da motivação pessoal conseguimos superar as armadilhas de nossas mentes. È preciso transformar as nossas crenças e nossos pensamentos em aliados para alcançarmos progresso profissional, espiritual e financeiro.