Rosto de criança olhando para camera ser humano

10 regras para ser humano ou desista para sempre.

As 10 regras para ser humano, tentam explicar as nossas atitudes, sobre o nosso comportamento e nosso autodesenvolvimento.

“Se a vida é um jogo, estas são as regras para ser humano”

Capa do livro de Cherie Carter-Scott – as 10 regras para ser humano

O livro de Cherie Carter-Scott, nos ajuda a entender um pouco melhor as relações humanas e a sua comunicação”.

Essas regras vão ajudar no nosso desenvolvimento pessoal e contribuir para os outros se desenvolverem também.

“Se a vida é um jogo, estas são as regras” é uma referência para a indústria de coaching.

Ele é bastante recomendado também para as áreas relacionadas com a autoestima, autodesenvolvimento e realização pessoal.

O livro foi publicado em 1998, e rodou fotocopiado e pela internet em vários formatos e alguns grupos utilizaram  seu trabalho como se fosse uma espécie de domínio público.

Jack Canfield, o “vilão” dessa história, foi o responsável pela divulgação dessas regras e mais tarde reconheceu que foi realmente Cherie Carter-Scott que concebeu todo o trabalho.

Jack pediu desculpas a escritora e passou a colocar nas novas edições impressas o nome dela como a verdadeira autora daquele estudo e treinamento.

Um pequeno resumo para “Regras para Ser Humano”

“A vida é uma sucessão de lições que devem ser vividas para ser compreendida.” (Helen Keller).

 

Regra 1 – Todos nós ganhamos um corpo

Se você ama ou odeia, não importa. Ele é seu para a vida toda, então é melhor aceitá-lo. O que vale é o que está dentro.

Regra 2 – A vida vai ensiná-lo através de lições ser humano

A vida é uma experiência constante, estamos sempre aprendendo permanentemente.

Somos diariamente beneficiados por oportunidades para aprendermos cada vez mais.

Com o aprendizado dessas lições específicas, seremos ajudados a descobrir o significado e o valor de nossa própria vida.

Um ser humano toca com dedo o dedo do macaco

Regra 3 – Não existem erros, apenas lições para o ser humano

O seu desenvolvimento intelectual é um processo de experimentação, de tentativa e erro.

Por isso, nem sempre, a coisa acontece do jeito que planejamos.

Algumas situações inevitáveis surgem quando menos se espera, ou a coisa acontece, de uma forma diferente do que gostaríamos.

Compaixão é um jogo duro, com nós mesmos e com os outros.

Saber perdoar é o ato de apagar uma dívida emocional.

Comportamento ético e a arte de rir de si mesmo e das próprias dificuldades são atitudes que transformam nossas interpretações sobre os erros que passam a ser simplesmente lições que precisamos aprender.

Um ser humano toca com dedo o dedo de um robot

Regra 4 – A lição para ser aprendida tem que ser repetida

O que aparece como problemas e desafios, irritações e frustrações são lições que devemos aceitar como exercícios e tentar resolvê-los para aprender e compreender melhor a lição.

Sua própria mente e sua capacidade de mudança são condições para estas regras de ser humano.

Você nunca deve aceitar se fazer de vítima do destino ou das circunstâncias.

O imprevisto deve ser reconhecido e devemos entender que a maioria das coisas nos acontece por causa de como somos e o que fazemos.

Colocar a culpa em pessoas ou em alguma coisa para os nossos problemas é só uma fuga, uma negação.

Somos responsáveis por nós mesmos e o que acontece conosco.

Temos que ter paciência para as mudanças acontecerem, elas precisam de tempo.

Regra 5 – Aprendizagem é para sempre

Durante a vida, há muitas lições a serem aprendidas. Precisamos entender o ritmo dela para não travar diante dela.

Envolva-se com o processo de aprendizagem e com as mudanças constantes da vida.

Para reconhecer nossas fraquezas e sermos tolerantes, precisamos de uma boa dose de humildade para nos adaptarmos às mudanças a partir do que estamos habituados.

Uma posição rígida poderá tirar a sua liberdade de novas possibilidades.

Paradigma da geometria sagrada do ser humano

Regra 6 – Lá não é melhor do que aqui

A grama do jardim do seu vizinho pode ser mais verde do que a sua, mas isso não quer dizer que ele é mais feliz. E nem que ele encontrou a felicidade sem fim.

Agradeça sempre o que você tem, e onde você está em sua caminhada.

Respeite a fartura de coisas boas que existe em sua vida e não fique acumulando coisas ou emoções que não tragam felicidade.

Viver no presente ajuda alcançar a paz.

Regra 7 – Os outros são apenas espelhos de você

Você ama ou odeia algo sobre outra pessoa de acordo com o que ama ou odeia em si mesmo.

Devemos ser tolerantes e aprender a aceitar os outros como eles são, esforçar-se para realmente entender e ter uma percepção objetiva do seu próprio eu, seus pensamentos e sentimentos.

Experiências negativas são oportunidades para curar as feridas que você carrega.

Apoiar os outros é muito importante. Quando você se sente incapaz de suportar alguma pessoa ou um grupo, isso é um sinal de que você não está entendendo suas próprias necessidades.

Intuição humana

Regra 8 – O que você faz da sua vida é com você

Você tem todas as ferramentas e recursos de que precisa. Agora, o que você faz com eles é com você.

Você deve assumir suas responsabilidades.

Aprenda a deixar rolar as coisas quando você não puder mudá-las, tudo tem seu tempo.

Não fique com raiva de coisas que acontecem, memórias amargas embaçam seus pensamentos.

Todos nós possuímos coragem e um forte poder natural e espírito aventureiro, que você deve aproveitar para abraçar o futuro.

Regra 9 – Suas respostas estão dentro de você

Confie nos seus instintos e seus sentimentos mais íntimos, você deve escutá-los como uma voz ou como uma centelha de inspiração.

Ouça seus sentimentos, transforme-os em sons para sua mente.

Olhar, ouvir, sentir e pensar com confiança, deve ser para você uma inspiração natural.

Ouça seu coração.

Regra 10 – Você vai esquecer tudo isso no nascimento

Nascemos com vários recursos em relação ao mundo físico, mas longe do nosso ser espiritual.

Tornando-nos pessoas muitas vezes sem crença e confiança.

Essas 10 regras para ser humano, não têm intenção nenhuma em serem mandamentos.

São verdades universais que se aplicam a todos nós.

Quando você perder o seu caminho, tenha fé na força espiritual que vem do seu interior, do seu “EU”.

A sabedoria da vida não diz para impormos a nós mesmos limites na maneira de viver.

Este resumo é apenas uma breve descrição e não faz justiça ao livro, nem ao conhecimento que tem dentro dele.

Se você estiver interessado em fazer o máximo para sua vida, e ajudar os outros a fazer o mesmo, leia o livro de Cherie Carter-Scott “Se a vida é um jogo, estas são as regras “.